Pornografia: as consequências Sociais e Cristãs

Por: Patrick Duarte

Hoje em dia é comum você parar em uma barraca de filmes piratas ou em bancas de jornais e visualizar filmes com conteúdos adultos, os filmes pornôs. Era algo mais restrito à adultos. A restrição continua perante a Lei, mas não tem a eficiência que deveria ter. A internet de longe é a maior propagadora de conteúdo pornográfico e de fácil acesso, tão fácil que crianças e adolescentes conseguem achar vídeos, fotos com apenas alguns “clicks”.

Buscando no dicionário a definição para a palavra pornografia temos: Tudo o que se relaciona à devassidão sexual; obscenidade, licenciosidade; indecência. Caráter imoral de publicações, gravuras, pinturas, cenas, gestos, linguagem.

A origem da palavra veio do grego “pornos” (prostituta) e “graphô” (escrever, gravar), que tem como forma literal “escrever sobre prostituta”. No novo testamento foram usadas palavras da raiz “porn” como referência a práticas ilícitas sobre a sexualidade, tanto no quesito imoral e impuro. Como impureza são referidos: adultério, incesto, prostituição, fornicação, homossexualismo e lesbianismo.

Pornografia x Sociedade

Esse assunto, mesmo com toda a facilidade de acesso, gera polêmica em discussões em várias partes do mundo. Devido a liberdade de expressão a pornografia ganhou mais espaço no ocidente, influenciando a população causando grandes danos sociais e psicológicos. Em grande parte do mundo a pornografia softcore é permitida, ele apresenta fotos de nudez ou cenas que sugerem o sexo. A pornografia Hardcore é permitida, mas tem suas restrições como tarjas pretas em revistas, classificação etária e através de canais em TV a cabo. A exceção é a pornografia infantil que é proibida em todo mundo. A pena para quem produz ou publica material pornográfico infantil é de quatro anos.

Infelizmente esse mercado gera muito dinheiro e influência sobre o que é legal e ilegal. A demanda por procura e tão alta nos tempos de hoje que a produção de filmes vem crescendo trazendo mais diversidade aos usuários dessa prática.

Em um estudo realizado em 1995 nos EUA mostrava que os americanos gastavam mais com pornografia do que com Coca-cola. Um ano antes esse mercado gerou ao cofres 500 milhões de dólares. O consumo da pornografia gera prejuízos financeiros familiares tendo em vista de que os que usam esse recurso acabam gastando mais dinheiro com conteúdo pornográfico do que com coisas necessárias para seu dia a dia e da sua família. Segundo o estudo do professor Richard Drake da Universidade Brigham Young nos EUA, a pornografia tem efeitos similares ao da cocaína causando dependência e distúrbios. Esse comportamento leva a depressão, ansiedade, dificuldades no casamento e dificuldades de se relacionar com outras pessoas.

A pornografia também tem colaborado com o aumento de casos de violência contra a mulher e contra crianças e adolescentes. Ao longo dos anos alguns pesquisadores afirmam que existem uma relação entre a pornografia e o alto crescimento de estupros, exploração infantil, assédios, e alguns casos sequestros e assassinatos. Essas pesquisas também revelaram que 82% dos condenados por crimes contra crianças e adolescentes eram consumidores de pornografia regularmente, e a maioria dos entrevistados confessou que tentaram imitar cenas dos filmes que assistiam.

Pela facilidade de achar conteúdo pornográfico, muitas das nossas crianças acabam tendo sua primeira impressão do sexo através de vídeos ou revistas. Muitos pais ficam envergonhados ou acham que não devem falar disso em casa com a desculpa que não querem incentivar um desejo sexual na criança. Essa falta de relação entre pais e filhos tem causado grandes problemas como gravidez na adolescência, que em alguns casos gera o aborto, o aumento de pessoas contaminadas com DSTs, falta de planejamento familiar, por exemplo mães de 19 anos que já tem 5 filhos e não possuiu condições de sustentá-los. O modo banal que a sociedade leva o sexo destrói e causa males de modo geral.

Pornografia x Cristão

Quando Deus fez o homem, o fez para ser bom e justo. Ao perceber que não era bom ao homem ficar só, Deus em toda sua sabedoria criou, a partir da costela de Adão, uma mulher a quem deu nome de Eva. Deus deu ao homem a capacidade de formar uma família, seguindo algumas regras como: o casamento deveria ser monogâmico, heterossexual, e a relação sexual estaria limitada ao mesmo.

E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.
Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todo o animal do campo, e toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome.
E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea.
Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar;
E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.
E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.
Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.
Gênesis 2:18-24

Deus criou em toda a perfeição o homem e a mulher, mas a desobediência fez com que o homem tornasse pecador, desvirtuando seu coração.

Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. Mateus 15:19

Deus deixa claro que o mal causado pelo coração dos homens não será impune, todos os que praticais obras más não poderão herdar o reino dos céus

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,
Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.
Gálatas 5:19-21

A principio Deus criou o sexo como algo bom e justo para o amor entre o esposo e a esposa, mas hoje está completamente desvirtuado tornado o sexo como um prazer momentâneo desenfreado. Muitos jovens se perdem nesse sentimento se entregando a vários parceiros durante sua vida ou até mesmo em uma semana. O respeito, carinho foram perdidos com o passar do tempo. O efeito da pornografia tem alcançado os cristãos, jovens e até mesmos pastores acabam entrando nesse mundo. ”Leadership” é uma revista americana de comportamento pastoral que através de um estudo concluiu que, a cada dez pastores, quatro já tinham visitado algum site pornográfico. O motivo desse estudo foi a situação existente entre líderes evangélicos que por medo de estragarem seu ministério, imagem ou casamento optam pela pornografia como voyeurs, ao invés de consumar adultério. O termo Voyeur vem do francês, e é utilizado para descrever aqueles que sentem prazer sexual ao observar pessoas nuas ou praticando relações sexuais.

Voyeur

Do mesmo modo que um usuário de drogas com o tempo tende a usar drogas mais pesadas, a pornografia arrasta para um poço cada vez mais fundo, aumentando seus vícios sexuais e desejos impios, como desejar mulheres além da sua esposa. A pornografia incentiva os jovens a praticar relações sexuais antes do casamento. Deus é claro em relação ao sexo.

Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará. Hebreus 13:4

No meio evangélico todos se opõem a pornografia, mas alguns não conseguem ver o perigo e abominação as Leis de Deus. Se você perguntar alguns dirão que a pornografia é um mal devido ao pecado da fornicação, prostituição e adultério. Mas isso vai além desses valores. O consumo da pornografia vai contra todos os princípios bíblicos. A instituição da família e pureza de valores, é utilizar o dinheiro conquistado através do suor e seu trabalho com coisa vãs, é muitas vezes contribuir para que ondas de violência contra as mulheres e crianças aumentem – todos citados anteriormente.

Além desses, outros problemas podem ser citados. Os viciados em pornografia adquirem o habito de desnudar as pessoas com a imaginação, criam fantasias sexuais com essas imaginações, criam o hábito de se masturbar pelo conteúdo pornô, criam problemas no casamento pois perdem o interesse sexual na esposa (o) e é levado a fazer comparações equivocadas comparando-o aos modelos apresentados nos materiais pornográficos.

Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Mateus 5:28

A natureza do homem luta contra o espirito a fim de levá-lo ao pecado, mas aquele que andar debaixo da presença de Deus será forte para resistir ao pecado da carne.

Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Gálatas 5:16-17

O primeiro passo para ser liberto do desejo da pornografia é confessar a Deus seu pecado (1 João 1:9), peça a ele um renovo de mente e coração, medite na palavra de Deus todos os dias, procure entender o verdadeiro ato do sexo (1 Coríntios 7:1-5), evite lugares que inspirem sexualidade, evite conversas com outras pessoas sobre assuntos mais picantes, use bloqueadores de de pornografia no computador, evite programas que abusam de imagens sensuais.

Não estou aqui dizendo que será uma luta fácil, todos os dias uma tentação virá ao seu coração. Vigiar e ter um comprometimento com a Palavra de Deus te darão mais forças para resistir ao pecado, logo ele não terá mais domínio sobre tua vida. Esse é um mal que deve ser combatido.

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.
Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha.
Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.
Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá. Salmos 1:1-6

About these ads

12 comentários em “Pornografia: as consequências Sociais e Cristãs

    • Ainda existem pessoas que gostam de comentar sem ter o mínimo de conhecimento sobre alguns assuntos. Infelizmente a pedofilia existe em qualquer círculo social, já foi ouvido casos entre padres, pastores, médicos, treinadores, técnicos. Se você fosse menos “ignorante” nos assuntos que lê, saberia que o maior índice de acontecimentos de ataque a crianças – pedofilia – acontece dentro da própria casa, pelos próprios pais, irmãos, primos, etc.

  1. Pessoas religiosas entendem muito pouco da natureza humana. Sua tentativa de aplicar a lógica cristã ao evolucionismo humano é o mesmo que uma criança de 7 anos de ideade explicar o funcionamento da energia atômica por meio de ideias tiradas de desenho animado.

    Masturbação é saudável, parte inerente da fisiologia humana e não tem absolutamente nada de vergonhoso.

    Sugiro trocar o papel de parede da página. Você pode levar alguém a pensar que suas ideias seguem uma lógica racional e coerente com essas equações matemáticas desenhadas no fundo.

    • Obrigado por comentar!

      Só tenho ressalvas quanto ao seu comentário sobre a masturbação. Em nenhum momento citei a palavra “vergonhoso”. Já li muitos artigos e explicações médicas dizendo que a prática da masturbação é considerada saudável ao homem, e analisando as explicações deles eu concordo. Por esse motivo nem citei “masturbação” na parte do texto referente à sociedade, mas foi citada na parte “cristã” por um simples motivo: o vício em pornografia faz com que o esposo(a) perca o interesse na mulher e consecutivamente ele começa a fantasiar e desejar as mulheres dos filmes ou outras, o levando a praticar prazer próprio através da masturbação. Esse é o pecado, dele imaginar outra mulher além da esposa dele, na bíblia já diz que “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Mateus 5:28″.

      Mais uma vez agradeço ao comentário Pensador! Espero que continue a visitar nosso blog.

  2. quanto a masturbação citada acima é algo considerado realmente saudável segundo a opinião de muitos especialistas no assunto e até considero também na descoberta do corpo , mas se buscarem informações a respeito perceberam que isso é saudável normalmente no que diz respeito a adolescentes que ainda estão descobrindo seus corpos ,até por que adolescente masturbar é pleonasmo né …
    porem essa pratica se torna prejudicial segundo opinião de especialistas também são inúmeros os casos de parceiros que não alcanção satisfação na relação e ao invés do dialogo recorrem a masturbação e esse é só um exemplos …um homem adulto em pleno auge da sua atividade sexual se trancar em quarto e se masturbar como um faz um moleque de 13 anos cheio de espinhas na cara , alguém dizer que isso é um comportamento normal é deplorável e deveria rever alguns conceitos ,e quanto a matéria ficou muito boa coerente expondo de maneira logica com dados (uma sugestão se poder por links das pesquisas dará mais credibilidade ao seu texto ) e expondo a religião não apenas como uma crença baseada em mitos mas também como relevante padrão de caráter parabéns pela matéria

  3. Pingback: Adolescentes e a Tecnologia Parte 2:Nem tudo me convém! | Blog Pensamento Livre

  4. Muito boa a matéria.
    Quanto às críticas, é comum pessoas que não vivem no meio evangélico não entenderem a importância de viver uma vida em santidade, principalmente porque hoje em dia existe uma visão totalmente deturpada sobre sexo. Tudo é muito liberal e acham tudo normal.
    Que a verdade da palavra seja falada e aqueles que realmente querem mudar e viver uma vida segundo a vontade de Deus tem livre arbítrio. Deus não obriga ninguém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s