Reforma Protestante – As “5 Solas” de Lutero

LuteroPor: Patrick Duarte

Salve pensadores de plantão!! Mês de Outubro é sempre complicado. É só chegar próximo ao dia 31 que muitos começam a falar sobre figuras e simbologias do capiroto. O interessante é que tantos se preocupam com isso que se  esquecem o que deveria realmente preocupa-los: Se estão vivendo a palavra de Deus!

Dia 31 de Outubro é o dia da Reforma Protestante. Já ouviu falar? Esse ano ela fez 496 anos.

Em resumo, um sujeito chamado Martinho Lutero escreveu o que hoje é conhecido como “95 Teses” que criticavam as ações feitas pela igreja da época que estavam indo em caminho oposto a palavra de Deus, a Bíblia.  Lutero colou – pregou –  suas teses nas paredes para que todos pudessem ver.

A reforma Protestante foi um grande marco da historia, e hoje, se você denomina-se “protestante” saiba que foi pela coragem de alguém chamado Lutero.

A base da reforma foi feita baseado em cinco fundamentos que foram chamados de “Solas” que são:

Sola Fide (Somente a Fé)

Esse fundamento segue que o homem só pode ser salvo mediante a fé (a exclusividade da ação pela fé). A justificação só virá através da fé que o mesmo possuir no Senhor Jesus Cristo.

Sola Scriptura (Somente as Escrituras)

A bíblia é a Palavra de Deus e somente ela tem o poder de nos dizer e direcionar como devemos levar uma vida de cristão. A bíblia é a revelação de Deus e por ela temos toda a inspiração de Deus para nossas vidas. Qualquer coisa que seja contraria a isso, deve ser descartada!

Sola Christus (Somente Cristo)

Nada de papas, pastores, sacerdotes! Cristo é o único e exclusivo mediador entre você e Deus. Os lideres servem apenas para guiar seus liderados para o caminho da salvação. Cristo é a verdade e ninguém pode se achegar ao Pai sem Ele (Jesus).

“E não há salvação em nenhum outro: porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dentre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” At 4.12.

Sola Gratia (Somente a Graça)

A salvação é um favor imerecido, ou seja, não há necessidade de que seja feito nada para alcança-la. Você não será salvo por mérito próprio, por obras, sacrifícios penitências ou compra de indulgências. A única causa eficaz da salvação é a graça de Deus sobre o pecador. Pela graça somos salvos mediante a fé, e isso não vem do homem é dom de Deus.

Resumindo: Não precisa dar todo seu dinheiro ou comprar um terreno no céu!! Isso é pura enganação meus irmãos. Cuidado!!!

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se gloria”. Ef 2.8 e 9.

Soli Deo Gloria (A Glória somente a Deus)

Ainda hoje, vemos que muitos pastores e lideres se acham no direito de receber certa devoção. Entendam: Respeito é diferente de idolatrar. Casos assim, infelizmente, acontecem com certa frequência. Homens que se julgam poderosos para doutrinar sem analisar as escrituras, homens que se consideram mediadores da salvação.

A Glória deve ser dada somente e exclusivamente  a Deus. Não falo de gritar no culto “Glóriaaa a Deuxxx!!“, mas toda a sua vida, seu modo de viver, devem ser ações que glorifiquem o nome do Senhor. Somente Ele, Deus, é digno de toda honra e glória.

“Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus.”
Salmos 90:2

Sendo bem objetivo nas explicações. essas são as “Solas” que sustentam a base da Reforma Protestante. Se você ficou interessado leia mais sobre as 95 Teses de Lutero.

Para firmar ainda mais o post de hoje, segue o vídeo do Ariovaldo Jr, o Pastor da Bíblia FreeStyle que explica um pouco sobre o tema.

Fiquem na Paz!!!

Anúncios

4 comentários

    • Olá Paulo! Uma olhada maias detalhada da obra de Lucas – O evangelho e Atos , que deveriam ser lidos sempre na sequência para melhor compreensão do todo – aliada a uma boa compreensão de todo o contexto judaico israelita pode nos levar a um visão muito interessante , a de que Atos nunca acabou;todavia não prescinde que haja repetição de quaisquer dos eventos registrados. [Atos é um livro que que trata da transição entre a religião judaica – Antigo pacto e igreja – novo pacto.] Isso parece sere evidente, mas não é tanto assim porque no transcorrer da narrativa nem o Velho tinha acabado e nem o novo formado. Basicamente não é um livro doutrinário sobre igreja ou qualquer outra coisa; o foco narrativo não está no imperativo mas na terceira pessoa e depois que Lucas entra na narrativa passa para a primeira pessoa …ele só está contando pro amigo dele o Teófilo, o que acontecera e o que estava acontecendo – nada é imperativo.
      Com um pouco de paciência e atenção dá para perceber que existiam duas igrejas distintas: a dos israelitas e a dos gentios e elas não pareciam se misturar não obstante a nova maneira de se encarar a questão gentílica que D’us ensinou para Pedro, mas dá a entender que Pedro não entendeu muito e aí D’us já tinha preparado um plano B – Saulo de Tarso (posso estar errado e recomendo que voce mesmo observe) e o Saulo de Tarso recebeu uma tarefa diferente da que foi dada aos outros 12-1…ele deveria ser testemunha de Jesus aos reis, gentios e às ovelhas perdidas da casa de israel.. Enquanto Paulo esteve com os reis e gentios, Lucas pode acompanhá-lo mas depois que Paulo foi para as ovelhas perdidas de casa de israel Lucas já não deveria ir com ele por que Paulo teria muita dificuldade em acessar a atenção dos irmãos israelitas…por isso o livro acaba abruptamente…mas rigorosamente aquela narrativa de Lucas nunca terminou e ele continua hoje com outros personagens e em outros lugares…mas continua;todavia aqueles milagres que aparecem no inicio da narrativa vão sendo abandonados e O Espírito Santo vai usando outras formas de convencimento…..Quando você faz uma ponte entre os irmãos do livro de Atos e os irmãos chamados de pais da igreja já nem se fala mais neste assunto…outras questões são colocadas que já começaria a aparecer no relatório das cartas que basicamente consistiam em heresias introduzidas principalmente pelos israelitas (judeus) que se intrometeram no meio da igreja com o fim de destruí-la…Quando fazemos um “jump” de quase dois mil anos percebemos que estas coisas ainda são os problemas que enfrentamos ainda hoje. Quanto ao chamado movimento pentecostal, curiosamente ele desapareceu na história da igreja e retornou com força na virada do seculo 19 para o 20 e há uma explicação bastante convincente para isto…proximo capítulo..claro, se você quizer ouvir…

      Curtir

  1. Ok, concordo que devemos glorificar a Deus com nossas vidas e que somente dar glórias no culto sem ter comunhão com Ele o tempo todo, seria inútil e desrespeitoso, porém…
    Dar Glória a Deus no culto é uma delícia! Deus ama, e eu, adoro!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s